Hérnia de Disco: O que é, causas
sintomas e tratamentos

Uma hérnia de disco acontece quando fragmentos de um disco intervertebral se move de sua posição original e passa a comprimir terminações nervosas da coluna vertebral. A hérnia de disco é muito comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas submetidas a mais peso e movimento.

 

Hérnia de disco Sintomas

 

Já são mais de 05 milhões de casos de hérnia de disco por ano

 

Em termos muito simples, uma hérnia de disco ocorre...

...quando o disco intervertebral que serve como um amortecedor entre as vértebras da coluna, é por algum motivo esmagado, fazendo com que seu conteúdo vase para fora de entre as vértebras, causando uma hérnia.

Na maioria dos casos a dor nas costas do lado esquerdo ou direito de quem possui uma ou mais hérnias de disco cervicais ou lombares ocorre por causa de uma inflamação no local e pela pressão da protusão do disco defeituoso contra o nervo ciático ou contra seus raquidianos.

Nesses casos dor nos ombros, dor nas costas ao respirar, muita dificuldade em manter postura corporal correta ou mesmo sintomas mais avançados como formigamento, dormência, fisgadas e dores intensas são muitas vezes irradiadas até pernas ou braços.

 

  

 

 

 

 

 

Em termos técnicos uma hérnia de disco... 

...(também chamado de deslocamento de disco ou ruptura do disco intervertebral) acontece mais frequentemente na parte inferior (lombar) das costas, ou na região da cervical (nuca).

Trata-se de uma das causas mais comuns de dores lombares e também de dor, ou dormência, ou formigamento na perna.

Infelizmente mais de 80% de todos nós teremos ao menos um episódio de dores lombares em algum momento da vida.
E 10 a 30% podem ter dores lombares ou na perna causada por uma hérnia de disco.

Sem dúvida a hérnia de disco pode ser muito dolorosa e até mesmo incapacitante. No entanto, a maioria das pessoas evolui com uma melhora da lesão e das dores após algumas semanas ou meses de tratamento não cirúrgico.

Nossa coluna vertebral é formada por várias articulações compostas pelas vértebras e também pelos discos intervertebrais (que ficam entre as vértebras). Justamente esses discos são formados por um anel fibroso e um núcleo gelatinoso conhecido como núcleo pulposo do disco. O disco intervertebral funciona como  um amortecedor, absorvendo os impactos que a coluna sofre.

Mas que impactos são esses? Bem, quando você corre, por exemplo, todas as vezes que coloca os pés no chão a coluna sofre um impacto. Ou quando você pula, a mesma coisa acontece. O disco é responsável pela sustentação do peso do próprio corpo e de todos os movimentos que você faz como inclinação e rotação da coluna. Assim, a hérnia de disco consiste na verdade na projeção errática do material do disco intervertebral (núcleo pulposo ou ânulo fibroso) além do espaço original intervertebral do disco.

O diagnóstico de uma hérnia de disco pode ser confirmado por exames de imagem como a ressonância magnética. No entanto, nem sempre os achados dos exames de imagem são acompanhados de sintomas. Estudos mostram que mais de 60% das hérnias de disco visualizadas em exames de imagem nem mesmo são sentidas pelos pacientes. O paciente pode apresentar lesão extrusa ou protrusa, e não sentir nada de dor, dormência ou formigamento! Assim, é importante uma avaliação de um médico especialista caso você apresente dores lombares para o correto diagnóstico.

 

Menos de 10% precisam de cirurgia, mas felizmente até 90% delas se resolvem em 06 semanas de tratamento

 

Mais de 60% apresenta nova crise em até 02 anos

 

Até 60% de pessoas com mais de 40 anos possuem hérnia de disco mas nem sentem nada

 

 

MAS AFINAL QUAIS SÃO AS CAUSAS DA HÉRNIA DE DISCO?

 

Tecnicamente falando a hérnia de disco acontece...

... por causa do aumento da força exercida no núcleo mole do disco, daí ele se desloca e rompe o anel fibroso a sua volta. O anel, por sua vez vai em direção ao canal da medula ou em direção aos espaços por onde as raízes nervosas passam gerando compressão sobre estas estruturas.

 

Simplificando, o material de dentro do disco, ou seja, sua parte gelatinosa...

... se desloca para outros lugares e ocupa espaços de outras estruturas, e com isso acaba comprimindo o que não deveria, resultando em dor, formigamento ou dormência de membros como pernas ou braços, dependendo da altura da hérnia na coluna.

Interessante que algumas vezes o núcleo gelatinoso não chega a se romper, mas ele se descola empurrando as estruturas ao redor. Quando isso acontece o problema ganha outro nome, o de protrusão do disco.

Mas também existe hérnia no disco cervical, com a lesão do disco na altura das vértebras cervicais, podendo ocorrer dor e rigidez na nuca, ombros e braços. A pessoa também pode sentir dificuldade de movimentação dos braços.

 

Mas afinal de contas o que causa essa pressão toda sofrida pelo disco?

Uma das causas da hérnia de disco é o desgaste do disco pelo tempo.

Ou seja, com o passar dos anos, com toda a força e o uso excessivo da coluna, o núcleo pode enfraquecer e se romper.

Algumas vezes um acidente pode causar o surgimento da hérnia de disco pelo impacto no disco. É interessante saber que a hereditariedade é um grande fator nessa doença, e provavelmente 99% das famílias vão ter ao menos uma pessoa que sofre de hérnia de disco. Ou seja, a causa também pode estar ligada a fatores hereditários.

 

 

FATORES DE RISCO DA DOENÇA

Até aqui você já entendeu que a hérnia acontece pelo desgaste natural das cartilagens dos discos invertebrais ou por sobrecargas na coluna.

Mas, será que existem fatores de risco? Algumas pessoas possuem mais chance de desenvolver a doença do que outras?

A resposta é Sim, algumas situações podem levar alguns a aumentar as chances de desenvolver hérnia de disco.

 

Fatores de risco:

 

Excesso de Peso

Postura ou Movimentos Inadequados

Atividades de Grande Esforço Físico

Movimentos de Repetição Constantes

Síndromes Adquiridas

 

Claro que essas são as principais causas.

Existem várias outras e algumas vezes, a dor lombar pode ser apenas um dos sintomas de alguma doença mais grave.

De fato, existem inúmeras circunstâncias que contribuem para a dor lombar, como insatisfação laboral, obesidade, hábito de fumar, sedentarismo, síndromes depressivas, fatores genéticos, alterações climáticas entre outros.

 

 

SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

 

 A região lombar é a porção da coluna vertebral que fica entre a região torácica e a região sacrococcigiana, ou a parte de baixo das costas.

A região lombar é a que suporta a maior carga. Ela tem a função de manter a postura na posição sentada. A região lombar está relacionada com a postura adequada.

 

Dor que irradia na direção das pernas

 

Sensação de fraquesa nas pernas

 

Dor que irradia na direção das pernas

 

Pé caído, ou dificuldade de levantar o pé

 

Sensação de formigamento, dormência ou queimação

 

Dores na direção das áreas da coluna, nádega, coxa e perna

 

 

SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO CERVICAL

 

 A coluna cervical é composta pelas primeiras sete vértebras de nossa coluna.

Inicia bem abaixo do crânio e termina no topo da coluna torácica.

A região cervical é formada de 07 vértebras cervicais, também chamadas de C1 a C7, com a numeração aumentando de cima para baixo. O nervo que é afetado pela hernia de disco é o nervo ciático. 

A coluna cervical é muito mais móvel do que as regiões torácica ou lombar. E a hérnia de disco cervical pode causar uma série de sintomas na região do pescoço, ombros, braços, mãos e até dedos.

O padrão das dores irá depender principalmente da localização do disco danificado.

 

 

 

Dor no braço ou ombro

 

Dor ao movimentar o pescoço

 

Sensação de fraquesa nos braços

 

Dor que semelhante a um choque da coluna até os braços

 

Sensação de formigamento, dormência ou queimação nos braços

 

 

 ressonância magnética de hérnia de disco

 

 DIAGNÓSTICO DA HÉRNIA DE DISCO

Exames de imagem são os mais indicados para a confirmação de uma hérnia de disco lombar ou cervical.

Os melhores exames são a ressonância magnética e a tomografia computadorizada que em geral mostram com boa clareza a existência ou não de uma hérnia de disco.

Raios X normalmente não são eficazes no diagnóstico de hérnia de disco.

 

Os exames de imagem disponíveis para diagnóstico são:

 

 

 

 

Radiografia da coluna

Serve apenas para excluir outras causas óbvias de dores como fraturas. Não é suficiente para diagnostico de uma hérnia

 

 

 

Ressonância magnética ou tomografia

Ajuda a visualizar a hérnia e a altura da compressão na coluna

 

Eletroneuromiografia

Identifica a raiz do nervo afetado, e testes da velocidade de condução do nervo, para avaliar se há compressão nervosa

 

Mielograma

Exame invasivo para determinar tamanho e localização da hérnia de disco quando a ressonância magnética gera dúvidas

 

 

 

 

Como as dores são muito fortes, profissionais da saúde normalmente receitam poderosos analgésicos e anti-inflamatórios à base de corticoides ou opiáceos para aliviar os sintomas da hérnia de disco.

Infelizmente estes medicamentos acompanham perigosos efeitos colaterais. E mesmo cirurgias corretivas não garantem uma cura definitiva.

cirurgia e analgésicos contra hérnias e protusões dolorosas

 

 

NOVA TECNOLOGIA DISPONÍVEL CONTRA A HÉRNIA DE DISCO CERVICAL E LOMBAR

 

Em grande parte dos casos de hérnia de disco cervical ou lombar, o melhor a fazer é amenizar os sintomas, e aprender a conviver com a hérnia da maneira mais confortável possível. Neste sentido, existe uma tecnologia 100% brasileira que realmente vem funcionando muito bem.

Trata-se do infravermelho desenvolvidono japão conhecido como Platina Photon.


Esta tecnologia já patenteada foi empregada na segunda camada de colchões terapêuticos tem se mostrado suficientemente potente para combater rapidamente inflamações e dores causadas pela hérnia de disco.

Porque em um colchão? Afinal todos somos obrigados a nos deitar ao menos algumas horas por noite para dormir, ao passo que, nem sempre temos tempo para usar aparelhos terapêuticos diariamente.

O resultado é uma significativa melhora na postura corporal com consequente diminuição da conhecida dor nas costas e de seus reflexos como dor nos ombros, formigamento e fisgadas pelo corpo.

O sono também melhora muito, pois este colchão lhe permite dormir de lado sem forçar ombros e quadris.

 

 

 

 

 

 

 

Se desejar saber mais sobre esta tecnologia, por favor, entre em contato.

 

 

RECEBA INFORMAÇÕES SOBRE SUA SAÚDE!
Please wait
 

mapa ENTREGAMOS EM TODO BRASIL


Telefone VENDAS POR TELEFONE 11 2779-7979 

email NOSSO EMAIL contato@hernia-de-disco.com

© 2016 Colchão Inteligente