Sumário

Tecnologias recentes estão agora sendo usadas em prol do alívio da recorrente dor nas costas. Entenda as principais causas desse problema e saiba sobre que efeitos positivos as novas tecnologias podem exercer sobre sua saúde.

 

Dor Nas Costas – Saiba Como Prover Alívio

Por Marcelo R. Santos 

Cerca de 70% da humanidade sofre algum tipo de dor crônica.
Parece assustador, mas é verdade.
A famosa dor nas costas, dores lombares, ou simplesmente lombalgia é uma das mais frequentes.

Interessante é que mesmo pessoas jovens com seus vinte e poucos anos já sofrem de dor nas costas, algo que até a algum tempo era conhecido como condição apenas de pessoas idosas.

Muitos convivem com dores frequentes e até mesmo constantes diariamente e destes há os que já dizem ter se acostumado com a dor na coluna.

Os médicos chamam esta condição de “cronificação da dor”. É quando seu corpo se acostuma com a dor, por assim dizer, e deixa de considerá-la como algo perigoso ou externo ao organismo que deixa de ser combatido.

Imagine-se tentando trabalhar ou estudar enfrentando este estado frequente de dor nas costas. Certamente sua capacidade produtiva seria muito limitada, para dizer o mínimo.

Causas das Dores

As principais causas das dores nas costas podem derivar de condições não patológicas ou de condições patológicas em que a coluna vertebral por algum motivo está “torta” para  os lados, para frente ou para trás. Sim essas são as escolioses, lodoses e afins.
Nestes casos as dores são quase que constantes ou voltam quando a pessoa realiza esforços físicos maiores do que está habituado em sua rotina diária.

Mas há também os casos mais leves, que são a grande maioria, e que não envolvem condições patológicas, ou doenças, pelo menos por enquanto.
São normalmente dores musculares causadas pelo excesso de estresse, algo que a grande maioria dos habitantes de cidades grandes vivenciam diariamente.

Isso ocorre porque nossos músculos da coluna vertebral e área cervical se contraem mais do que deveriam e pelo nosso estado nervoso alterado, permanecem contraídos por muito tempo.
Por isso os médicos receitam analgésicos junto com relaxantes musculares esses casos.
Esta condição traz efeitos colaterais bastante negativos, pois chega a limitar a quantidade de sangue que irriga nosso cérebro.
Nem há necessidade de explicar as consequências disso.

Mas seja qual for o caso, a maior parte das dores provem de condições inflamatórias. Ou seja, a inflamação causa a dor.

Bem, o que fazer então? Tomar fortes analgésicos pelo resto da vida?

Convivência com Analgésicos Fortes

Claro que exercícios físicos, boa alimentação e manter a calma ajudam, e muito!
Mas que dizer daqueles que não conseguem manter uma boa rotina saudável ou que mesmo com essa boa rotina ainda sentem muitas dores?

Bem, para a maioria dos médicos a resposta seriam analgésicos e mais analgésicos.
De fato, muitos já estão cansados de lidar com os efeitos colaterais negativos das famosas pílulas para dor, como a dependência química, excesso de sono durante o dia, isso sem mencionar o fato do dano em longo prazo do uso constante destes medicamentos, principalmente para nossos pobres amigos fígado e rins.
Me lembro de vivenciar minha esposa tomando remédios fortíssimos para lidar com as dores de sua hérnia de disco. Ela ficava literalmente “chapada” com os remédios receitados.

Alternativas Modernas

Mas nem tudo está perdido.
Já existem produtos no mercado brasileiro que são capazes de auxiliar em tratamentos médicos com poderosos efeitos analgésicos e até anti-inflamatórios.
Esses produtos podem ser utilizados por quem passa por tratamentos mais sérios ou por quem apenas sofre dor nas costas por conta do estresse diário.

A fabricante brasileira Colchão Inteligente trouxe para nosso país uma liga chamada de photon platina ionizada que já está disponível em uma série de produtos terapêuticos.

Pessoalmente já vi pessoas com sérias dores nas costas serem tratadas com essa tecnologia e obterem sucesso.
Minha esposa é um exemplo. Todo ano com a chegada do inverno ela sofria dores fortíssimas por causa de sua hérnia de disco e mesmo após cirurgia as dores continuaram.
Com o uso da photon platina, fico feliz de mencionar que este ano foi o primeiro que ela não enfrentou crises.

Também já vi a photon platina sendo testada para dores de cabeça, fibromialgia, pressão alta, inflamações de diversos tipos e até como auxiliar da quimioterapia com bastante êxito.

Como funciona

A photon platina funciona como um catalisador de calor infravermelho, pois em contato com nosso corpo, ela devolve apenas infravermelho estabilizando a temperatura do contato com nosso corpo em 36,8 graus e produzindo efeitos analgésicos e anti-inflamatórios.
A photon platina também produz efeito relaxante, junto com a magnetoterapia dos produtos, melhorando inclusive o fluxo sanguíneo em nosso corpo, sem no entanto, aumentar o ritmo cardíaco como faria um medicamento tradicional. Ela usa a pequena quantidade de ferro em nosso sangue para isso.
Junto com a photon platina há produtos com ionização aniônica, ou uso de íons negativos, que aumentam a capacidade de nossas células de absorverem oxigênio melhorando o desempenho de nosso sistema imunológico e até dos músculos. É interessante ouvir seus usuários dizerem que ao experimentar os efeitos, sentem em questão de minutos seus braços e pernas mais “leves”.

Em testes com pessoas de várias idades cheguei a acompanhar pessoas com dores crônicas tendo suas dores grandemente diminuídas e até exauridas em alguns casos.
Este mesmo fabricante teve recentemente um produto autorizado pelo Conselho Nacional de Medicina para ser usado em casos de depressão e esquizofrenia graves.

 

Saiba mais sobre o alívio da dor nas costas e sobre os produtos e tecnologias mencionados:

http://conforsoft.com.br

http://hernia-de-disco.com

 

RECEBA INFORMAÇÕES SOBRE SUA SAÚDE!
Please wait